Os presidentes da Federação Interestadual dos Odontologistas (FIO), José Carrijo Brom, e da Federação Nacional dos Odontologistas (FNO), Joana Batista Lopes, se reuniram nesta quinta-feira, 4, em Brasília, para iniciar o planejamento de ações conjuntas para o ano de 2018, em prol da Odontologia brasileira. Pela FIO participaram também da reunião o vice-presidente, Eduardo Gomide, e o secretário-geral, Marcos Santana. O secretário-geral da FNO, Ernani Bezerra, e a tesoureira Elency participaram pela FNO.

Foi uma reunião de discussões políticas e também de trabalho. Uma série de ações foram definidas para 2018 relativas ao serviço público, convênios e credenciamentos e projetos de interesse da odontologia em tramitação no Congresso Nacional, além da saúde bucal no Sistema Único de Saúde.

As ações efetivas foram o encaminhamento de ofícios conjuntos para os presidentes do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e ao Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) visando a definir uma agenda para discussão da saúde bucal no SUS; a decisão de participar ativamente do Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo, no final deste mês, realizando uma arena de debates sobre convênios e credenciamento; a realização de uma reunião da Comissão Nacional de Convênios e Credenciamentos (CNCC) com as entidades odontológicas; e a definição de uma campanha de divulgação massiva, inclusive com produção de vídeo, falando sobre a Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Odontológicos (CBHPO), a importância do trabalho realizado e de como compreender a dinâmica do funcionamento da CBHPO. Também foi discutida a proposta de uma convenção coletiva para ser apresentada ao Sinog (Sindicato Nacional de Odontologia de Grupo).

Segundo o presidente da Federação Interestadual dos Odontologistas (FIO), a reunião foi muito produtiva. “Espero que esta seja a primeira de muitas ações que implementaremos junto com a FNO neste ano. São iniciativas que interessam à categoria odontológica e à sociedade”, afirmou Carrijo.

Paulo Passos
Jornalista/FIO

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Quem está online

Temos 51 visitantes online